terça-feira, maio 26, 2015

UNA: Morre o ex-vereador Valdentine




Foto retirada do Una News - Figura ilustre da política e da cidade de Una
É com pesar que informamos a morte do ex-vereador Zival Bispo, popular Valdentine. Val também era filho do ex-prefeito de Una, Mané Dentista, também falecido. Além de disso, Zival também foi secretário de finanças e de administração da cidade.
Val residia em Canavieiras há mais de 15 anos. E desde o dia 10 de maio deste ano, ele estava internado na UTI do Hospital Regional de Ilhéus com problemas na próstata.

Mais cedo, o site Una News divulgou que o quadro do ex-vereador por três oportunidades, havia se complicado devido a uma bactéria hospitalar após fazer uma biópsia na próstata. Essa bactéria acabou complicando definitivamente seu estado de saúde e seus órgãos pararam, ele teve uma embolia pulmonar. Com isso, Val não resistiu e veio a falecer agora há pouco.

Nosso blog, na pessoa do blogueiro Di Rusciolelli, presta os mais sinceros votos de estima e consideração a família.
Mais informações a qualquer há momento.


ATUALIZAÇÃO

Segundo amigos, o corpo do ex-vereador será velado na Igreja Getsemani em Canavieiras, a partir das 18:00. O enterro será amanhã (27), às 16:00 no Cemitério Municipal daquela cidade.

NOVA ATUALIZAÇÃO DE INFORMAÇÃO

A FAMÍLIA INFORMA QUE O CORPO FICARÁ NA CÂMARA DE VEREADORES DE UNA ATÉ AS 20:00 DE HOJE.

Com informações do Una News.

sábado, maio 23, 2015

SINDICATO SINFESPU PARTICIPA DA 3ª PLENÁRIA ESTADUAL DA FORÇA SINDICAL BAHIA






Enviado pelo SINFESPU

Com o microfone o presidente do SINFESPU Kita representando os servidores
da cidade de Una
Foi realizada nesta terça-feira (19) e quarta (20), em Salvador, no Grande Hotel da Barra, a III Plenária Estadual da Força Sindical Bahia, com debates sobre a Análise da Conjuntura Nacional e Estadual, História do Movimento Sindical, PL 4330, MPs 664 e 665 e outros assuntos inerentes à vida e ao anseio do trabalhador baiano e brasileiro.

O Presidente Jorge Pereira dos Santos, popularmente conhecido por “Kita”, esteve representando o Sinfespu-Sindicato dos Servidores Públicos Municipal de Una, juntamente com outros representantes de sindicatos filiados à Força Sindical, no estado da Bahia.

A mesa de abertura foi formada por Márcio Villalva, Secretário Adjunto de Relações Sindicais da Força Sindical; Dionísio Mazui, Diretor da Força Sindical RS; Crismélia Mali, Presidente do Sindicato dos Comerciários de Ilhéus; Nilson Bahia, Vice-Presidente da Força Sindical BA e Presidente do Sindnapi BA;  Sérgio Luiz Leite, o Serginho, 1º Secretário Geral da Força Sindical; Nair Goulart,  Presidente da Força Sindical Bahia; Irailson Gazo, Presidente em Exercício do Sintepav BA;  Antonio Rogério Magri, Assessor da Força Sindical; e Maria Estelita, Presidente do Sintralp.

A Plenária

O evento, que passa por todo o país, faz parte de várias iniciativas da Força Sindical e, de acordo com Nair, “a unidade de luta dos sindicalistas e trabalhadores do estado, na luta para transformar a agenda nacional de desenvolvimento em uma realidade na Bahia”

Serginho afirmou que é preciso construir sempre uma Central democrática, aumentando a riqueza do debate interno. “Estamos indo aos estados para aperfeiçoar o debate. Temos espaço político para todas as correntes partidárias e ideológicas possíveis”.

Após debates, foram aprovadas propostas dos dirigentes sindicais baianos que serão encaminhadas para a direção nacional da Força Sindical.

A Plenária atraiu 120 trabalhadores para debater inúmeros assuntos referentes à economia e sindicalismo. O  Grande Hotel da Barra foi o cenário da grande mobilização democrática dos sindicatos. 30 entidades e uma Colônia de Pescadores foram representadas durante a Plenária.

quinta-feira, maio 21, 2015

UNA: Prefeita segue tentando prejudicar os servidores - Em silêncio, faz tramitar outro processo de Ação Direta de Inconstitucionalidade da LOM



Prefeita segue perseguindo e chicoteando servidor.
Cabe a pergunta: Até Quando?
A prefeita tenta enganar o judiciário baiano com o pedido de Inconstitucionalidade da Lei Orgânica de 2004 do Art. 19º item IX, mesmo tendo conhecimento de que o percentual de 50% das férias foi fundamentado pelo Art. nº 144 da Lei Complementar nº 0001/93, encaminhado pelo então prefeito da época, Luiz Elias de Souza. Fato esse já reconhecido pelo parecer do Ministério Público que considerou constitucional o percentual de férias dos servidores da cidade de Una. Porém, mesmo assim, ela segue gastando dinheiro do município pagando quatro advogados para tramitar esse processo desde fevereiro. 

A desembargadora Gardênia Pereira Duarte decidiu preliminarmente que: "Cumpra a Secretaria integralmente o despacho de fls. 175, tendo em vista que, nada obstante as ponderações expendidas pela requerente às fls. 177/179, a matéria posta para acertamento reclama uma melhor apuração dos fatos, inclusive em razão dos efeitos reflexos na remuneração dos servidores públicos municipais, o que somente pode ser procedido por esta Relatora após análise das informações a serem prestadas pela requerida. Atribuo ao presente despacho força de mandado/ofício. Intimem-se." Com isso, de forma coerente e seguindo os tramites corretos para uma analise mais profunda da questão, a doutora expediu ontem uma carta de ordem para o Juiz Maurício Alvares Barra ouvir a Câmara Municipal à respeito do tramite legislativo da supramencionada Lei.


O processo está registrado sob o nº 0002052-32.2015.8.05.0000 e pode também ser acompanhado pelo E-SAJ/BA clicando nesse aqui

Comentário do Blogueiro Di Rusciolelli

Nunca antes na história desse município se viu tantas tentativas de derrubar as leis vigentes. A prefeita e sua caríssima equipe de advogados insistem em dizer que as leis da cidade não valem. Rasgam a LOM à todo momento. Inclusive, colocaram até esse entendimento na cabeça da promotora Alícia Botelho, quando a mesma diz de frente a Associação de Estudantes Universitários que o artigo 187 da LOM é inconstitucional. (acesse aqui para ler a Lei Orgânica do Município de Una).

Ora, não me venha afirmar sem conhecimento, alegando que a LOM é inconstitucional. Apenas o Supremo Tribunal Federal pode decidir se a mesma é ou não é constitucional. 

Deve-se primeiro, conhecer o processo legislativo e a história por trás de todas as leis e decisões que já aconteceram no passado dessa cidade. Um povo que não respeita seu passado, corre um sério risco de ficar sem futuro. 

Bebeto questiona ministro do Trabalho sobre falta de diálogo com trabalhadores

Enviado pela ASCOM do Deputado


Bebeto questiona ministro do Trabalho sobre falta de diálogo com trabalhadores.
Durante audiência pública na Comissão do Trabalho, o deputado federal Bebeto (PSB-BA) questionou o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, sobre a falta de diálogo da pasta com movimentos de trabalhadores brasileiros. O ministro participou de audiência pública, nesta quarta-feira (20), para expor ações em desenvolvimento e metas a serem cumpridas em 2015, além das perspectivas de geração de emprego e renda no Brasil.

Para Bebeto, o órgão falha no diálogo com os movimentos sindicais e suas reivindicações, além da falta de políticas públicas eficientes voltadas para melhores condições de trabalho. “O Ministério tem que ter participação ativa na resolução de demandas do trabalhador. Não pode deixar a cargo de outros órgãos do Governo Federal”. O socialista também chama atenção para problemas nas ações fiscais que muitas vezes nem são realizadas.

Nesse sentido, Manoel Dias afirmou que, pensando na modernização, as fiscalizações agora são eletrônicas. “No local do trabalho o auditor aciona o sistema e realiza a fiscalização. Tivemos aumento de 80% de ações após a implementação.” O ministro disse que o maior problema agora é a defasagem de 50% no número de auditores.

Dias salientou também que o maior desafiou hoje é incentivar a qualificação profissional, aumentar o número de trabalhadores empregados e acabar com a informalidade. “Já conseguimos aumentar o número de trabalhadores com carteira assinada. Há 12 anos eram 60% de funcionários informais e hoje são 40%.” A meta agora é incluir 400 mil trabalhadores na formalidade. “Dessa forma teremos arrecadação de mais R$ 2,5 bilhões para o Fundo de Garantia (FGTS) e Previdência Social.”

De acordo com ele, o Brasil passa por momento delicado, mas está trabalhando para que o Ministério seja instrumento ágil e eficaz para atendar às demandas dos brasileiros. O primeiro passo, de acordo com o ministro, é praticar a descentralização do órgão. “Muitas ações precisam ser feitas em cada estado. Já temos oito estados praticando ações, mas até o final do ano todas as regiões brasileiras devem ter seus postos de ajuda ao trabalhador.”

Para facilitar a agilidade no acesso ao serviço, o Ministério do Trabalho implementou o agendamento eletrônico do cidadão. Por meio deste serviço o trabalhador pode marcar dia e hora do atendimento, evitando filas. Segundo o ministro, o trabalhador pode ainda acessar o serviço telefônico, no número 158 para obter informações necessárias sem precisar se locomover aos postos de atendimento. “Temos a expectativa de fazer uma média mensal de 600 mil atendimentos.”

O órgão criou também o Portal mais Emprego que visa à intermediação entre trabalhadores e empregados. “Trabalhadores e empregados podem fazer, pelo portal, negociação direta para contratação a partir das necessidades do empregador e das qualificações do funcionário”, explicou Dias.

Para Bebeto, as medidas apresentadas pelo ministro são de suma importância, mas o parlamentar acredita que o Ministério não deve cumprir apenas esse papel, mas ser mais ativo em questões como a do ajuste fiscal enviado pelo Governo Federal ao Congresso Nacional. Segundo ele,  as novas regras trazem prejuízo para trabalhadores, como mudanças para resgate do auxílio desemprego e pensão por morte. “Sabemos que o órgão ficou fora do processo de discussão do ajuste, o que não é justificável uma vez que interfere diretamente na vida do trabalhador. Precisamos fortalecer o papel do Ministério”, finalizou o deputado.

Foto: Sérgio Francês
--
Gusmão Neto
Assessoria de Comunicação
Tels.: (71) 8164-2099 / 9950-0637
facebook.com/bebetogalvao

quarta-feira, maio 20, 2015

UNA: Prefeita perde mais uma batalha - Juiz ordena pagamento IMEDIATO de piso à Agentes de Saúde e Combate a Endemias

Prefeita já deve está com olho rouxo de tanta
surra que leva da justiça 
A prefeita da de Una está virando especialista em perder batalhas judiciais. Dessa vez ela perdeu a queda de braço para os Agentes de Saúde e Combate a Endemias da cidade. Diane, que brigou com todas as categorias de servidores da cidade e com estudantes, agora terá que pagar IMEDIATAMENTE o direito adquirido e líquido dos agentes, o Piso Salarial no valor de R$ R$ 1.040,00 (mil e quarenta reais) e além disso, ainda terá que arcar com as despesas advocatícias geradas ao Sindicato dos Agentes pela ação.

Acontece que desde julho do ano de 2014 o piso salarial dos agentes de saúde da cidade de Una não vem sendo pago, conforme determina a Lei de nº 12.994, de 17 de Junho daquele ano (acesse aqui a lei). Os agentes tentaram diversas vezes negociar com a prefeita, para que assim ela cumprisse com a Lei e pagasse o que é direito deles, porém, após várias tentativas de diálogo fracassadas e acordos descumpridos, por parte do poder executivo, os agentes não tiveram outra alternativa se não recorrer a seu sindicato para que esse entrasse na justiça.

Assim sendo, o juiz Maurício Alvares Barra julgou no último dia 18/05 a favor dos agentes, baseado na constitucionalidade por arrastamento, pois ele mesmo já havia julgado constitucional a lei do piso dos professores, logo, isso implica que as outras leis também são constitucionais.

Mais uma derrota para uma prefeita que prefere o caminho da confusão e briga com os servidores ao invés do diálogo e compreensão. Gasta valores astronômicos com advogados, que com atuações pífias, não justificam em nada as voluptuosas quantias de DINHEIRO PÚBLICO que recebem. Dinheiro esse, que pagaria mais dos 04 anos de mandato da prefeita, em ônibus universitários. Além de outras benfeitorias na cidade. Vejam aqui e aqui os altos valores pagos para advogados.



A decisão foi divulgada hoje no Diário Oficial do Tribunal de Justiça da Bahia e pode ser acessada clicando aqui.


Leiam abaixo toda a decisão na íntegra:

0001529-29.2014.805.0267 - Ação Civil Pública
Autor(s): Sindicato Dos Agentes Comunitário De Saúde De Combate Às Endemias Do Sul Da Bahia Sindiacs/Ace

Advogado(s): Davi Pedreira de Souza
Reu(s): Municipio De Una
Advogado(s): Antonio Carlos Sarmento Junior, Carlos Miguel Silva Riella Costa

Despacho: Assim sendo, entendo pela aplicabilidade do mencionado julgado para o presente caso concreto, considerando CONSTITUCIONALIDADE POR ARRASTAMENTO, ou seja, como a mencionada lei trata da mesma matéria (piso sal de categoria profissional), entendo que a constitucionalidade de piso para professores declarada pelo Excelso STF acarreta na declaração de constitucionalidade das demais normas.

Por outro lado, pela teoria da transcendência dos efeitos determinantes, invoco as mesmas razões da ADI 4167 para declarar constitucional a aplicação da Lei Federal 12.994/14 para reconhecer a procedência do pedido da inicial.

É imperioso anotar que a própria Lei Federal instituiu piso sal CONDICIONANDO ao efetivo desempenho da função por 40 (quarenta) horas semanais, assim somente aos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate às Edemias que trabalhem por 40 (quarenta) horas semanais deve ser aplicado o piso.

Diante do exposto, JULGO PROCEDENTE O PEDIDO para CONDENAR O MUNICÍPIO DE UNA DETERMINANDO IMEDIATA APLICAÇÃO DA LEI 12.994/14, aplicando-se o piso sal de R$ 1.040,00 (mil e quarenta reais) aos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate às Edemias que trabalham por 40 (quarenta) horas semanais. Condeno o Município ao pagamento de honorários advocatícios fixados em R$ 5.000,00 (cinco mil reais). Após o trânsito em julgado, arquivem-se os autos.

Publique-se; Registre-se; Intimem-se.

Una – BA, 18 de maio de 2015.

Maurício Alvares Barra
Juiz Substituto

terça-feira, maio 19, 2015

UNA: Associação de Estudantes Universitários de Una rejeita proposta do executivo - Prefeita diz que só pode bancar 20 alunos



Ontem a tarde estudantes universitários associados a Associação de Estudantes Universitários de Una - AEUU, reuniram-se em assembléia, onde foi abordado amplamente duas propostas apresentadas pela municipalidade. Ambas propostas foram recusadas por unanimidade. Na semana passada o poder executivo e uma comitiva da AEUU sentaram para uma conversa mediada pelo Ministério Público, na pessoa da promotora Alicia Botelho. 

Após mais de uma hora de conversa, e de maneira irredutível, a prefeitura conseguiu apresentar só duas propostas, cabe salientar que a municipalidade nem se quer ouviu a proposta apresentada pelos estudantes. 


Uma das propostas da prefeitura seria que fosse aberto uma seleção, dentre os mais de 150 alunos, para que apenas 20 fossem selecionados. Esses 20, precisariam comprovar que  são realmente "pobres". e assim eles não iriam arcar com os custos dos ônibus, e os demais iriam dividir entre eles, o valor total do combustível.

Tais propostas geraram revolta nos mesmo, pois a municipalidade vem a cada dia se mostrando menos solicita ao diálogo e vem tentando usurpar um direito dos mesmos. Por isso democraticamente todos disseram NÃO as propostas apresentadas.

Diante de tamanho descaso e inércia apresentado pelos órgãos competentes em nossa cidade, ficou decidido na assembléia que uma comissão de estudantes, ainda essa semana, irão ao Ministério Público Federal e a cidade de Salvador solicitar a intervenção de outros órgãos competentes.

Prefeita ainda disse: "Arcar com 20 alunos, pra mim, já é inviável."




ILHÉUS: MÉDICO CORTA CABEÇA DE CRIANÇA DENTRO DA BARRIGA DA MÃE

Quando se imagina que já vimos de tudo no ser humano, eis que aparece sempre um pra surpreender. Médico Ricardo Lira maltratou paciente e cortou cabeça de criança dentro da barriga da mãe, no Hospital São José em Ilhéus.


Cleiton e sua esposa Kevine, após o susto com sua filha

A parturiente Kevine Amaral Silva deu entrada no Hospital São José, na cidade de Ilhéus,  sentindo dores. Lá na Maternidade Santa Helena ela deveria passar por uma cirurgia cesariana urgente para retirada do bebê.

O procedimento foi feito pelo SUS e parecia um parto comum, porém Kevine Amaral Silva passou a sofrer maus tratos por parte dos enfermeiros e o médico Ricardo Lira, que aparentava desequilíbrio no momento do parto. Até aí tudo bem, estava dando para suportar a grosseria do médico e dos enfermeiros, mas inesperadamente, o médico Ricardo Lira, com um bisturi em mãos, começou a cortar a barriga da mamãe de qualquer jeito, chegando ao ponto de cortar a cabeça da criança com o bisturi que tinha em mãos.


O corte na cabeça do bebê pegou cinco pontos, sangrou muito e o caso foi registrado no plantão da 7ª COORPIN, em Ilhéus.

O médico Ricardo Lira, será indiciado em Inquérito Policial e responderá por tentativa de homicídio.


Retirado do Una News.



segunda-feira, maio 18, 2015

PEDRAS DE UNA TAMBÉM GANHA DIA DE BELEZA - Mais uma vez profissionais de beleza fazem bonito







Como da primeira vez, no último domingo 12/05 (revejam aqui) os profissionais da área de beleza da cidade de Una fizeram bonito neste domingo que passou (17), promoveram o “DIA DE BELEZA” para as mães carentes no distrito de Pedras de Una. Marijane, uma das coordenadoras do projeto fez questão de agradecer a todos envolvidos em sua realização e agradeceu também à Associação de Pescadores e Marisqueiros das Pedras, por cederem o espaço. Ela também nos disse que o próximo evento será no distrito de Colônia. E tudo indica que será ainda nesse mês de maio.

Vejam mais fotos em slides:




domingo, maio 17, 2015

Vídeos do CAPOEIRUNA 2015

Vídeo 1

 


Vídeo 2


 

Vídeo 3


 




Vídeo 4

 




UNA: VEJAM FOTOS DO SÁBADO NO CAPOEIRUNA 2015

O Capoeiruna 2015 começou na quinta-feira passada e encerra hoje pela tarde. Quem não foi conferir dê uma passada lá hoje no Colégio Estadual de Una a partir das 09:00.

Estamos carregando os vídeos, em algumas horas iremos postar aqui em nosso blog.

Parabéns ao pessoal da Nação Iorubá, em especial ao mestre Oleoso e ao Contra Mestre Fábio.